Confira a relação dos premiados do Carnaval 2017:

GRUPO ESPECIAL

Melhor Escola: Estação Primeira de Mangueira
Melhor Bateria: União da Ilha do Governador
Melhor Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Sidclei Santos e Marcella Alves (Acadêmicos do Salgueiro)
Melhor Comissão de Frente: Mocidade Independente de Padre Miguel
Melhor Samba-Enredo: Beija-Flor de Nilópolis
Melhor Puxador: Tinga (Unidos da Tijuca)
Melhor Enredo: Paraíso do Tuiuti
Mais Elegante Galeria de Velha-Guarda: Acadêmicos do Salgueiro
Melhor Ala de Baianas: Estação Primeira de Mangueira
Melhor Conjunto de Passistas: Portela
Melhor Destaque de Luxo: Nelcimar Pires (Imperatriz Leopoldinense - 3ª Alegoria)

SÉRIE A

Melhor Escola: Unidos de Padre Miguel
Melhor Bateria: Acadêmicos do Cubango
Melhor Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Diego Falcão e Jackeline Gomes (Acadêmicos do Cubango)
Melhor Comissão de Frente: Estácio de Sá
Melhor Samba-Enredo: Renascer de Jacarepaguá
Melhor Puxador: Marquinho Art'Samba (Império Serrano)
Melhor Enredo: Acadêmicos da Rocinha
Melhor Alegoria: "Orunmilaia, o sopro da criação" (Unidos de Padre Miguel - 4ª Alegoria)
Melhor Conjunto Alegórico: Unidos de Padre Miguel
Mais Elegante Galeria de Velha-Guarda: Unidos do Viradouro
Melhor Ala de Crianças: Império Serrano
Melhor Ala de Baianas: Estácio de Sá
Melhor Conjunto de Passistas: Unidos do Porto da Pedra
Melhor Conjunto de Fantasias: Acadêmicos da Rocinha
Melhor Destaque de Luxo: Mendes (Estácio de Sá - Carro Abre-Alas)

SÉRIE B

Melhor Escola: Tradição
Melhor Samba-Enredo: Unidos do Cabuçu

PRÊMIOS ESPECIAIS

Site Apoteose.com
Mestre Pablo, da Unidos do Porto da Pedra (Personalidade)
Jorge Silveira, carnavalesco da Unidos do Viradouro (Revelação)
Luís Carlos Magalhães, presidente da Portela


Como Tudo Começou

No final da década de 90, a internet dava os seus primeiros passos no Brasil e começava a aproximar pessoas de gostos e hábitos semelhantes. E o Carnaval não ficaria fora desse processo: as primeiras home-pages voltadas para a folia foram criadas e os amantes do carnaval se agruparam em locais de discussão como o fórum Samba Brasil e a lista Rio Carnaval. Da virtualidade, surgiram fortes laços de amizade, com encontros realizados em quadras e bares da cidade do Rio de Janeiro. De um papo de boteco, logo depois do Carnaval de 1999, surgiu a ideia de se realizar uma premiação voltada para as escolas de samba dos grupos de Acesso e para personalidades e instituições que realizavam ações em prol do carnaval. Nascia assim, o S@mba-Net.

Desde a primeira festa, realizada praticamente como uma ação entre amigos, na quadra do Paraíso do Tuiuti, a preocupação do grupo de coordenadores do S@mba-Net sempre foi lançar luz nos destaques da Sapucaí com o olhar atento e sensível de quem sabe que o carnaval é fruto de muito suor, trabalho e sacrifício. Através dos anos, a premiação se consolidou como uma das principais festas do Carnaval Carioca. E também se notabilizou por observar primeiro o talento de muitas estrelas de nossa folia. Paulo Barros, Alex de Souza, Paulo Menezes, Fábio Ricardo, Jack Vasconcelos, Bruno Ribas, Raphael Rodrigues, Fabrício Pires, Mestre Lolo, Pixulé e tantos outros grandes nomes do carnaval foram agraciados com o S@mba-Net quando davam os primeiros passos em suas carreiras e, a partir daí, foram guindados para grandes escolas.

Com o passar dos tempos, o S@mba-Net foi crescendo em importância e trazendo novidades. Em 2001, a festa encontrou o seu lugar definitivo, a quadra da Unidos da Tijuca. Em 2004, as escolas do Grupo Especial passaram também a receber o troféu em categorias em que as outras premiações não contemplavam, como ala de passistas, destaque de luxo e velha guarda. Dois anos depois, as escolas da Intendente Magalhães passaram a ser também premiadas. Em 2013, a premiação ampliou o número de categorias voltadas para o Grupo Especial.

A festa de premiação, que para muitos é o grande reencontro dos sambistas no pós-carnaval, é o momento de coroação de um ano de trabalho de vários sambistas e também de um grupo de abnegados coordenadores, que abriram mão de horas de lazer e convívio com a família para planejar esse grande evento, que já é uma das marcas do Carnaval Carioca. Esse é o S@mba-Net. Desde 1999, prestigiando os grandes nomes da folia!

Luiz Fernando Reis

Carnavalesco, Professor e Pesquisador

Paulo Renato Vaz

Publicitário e Pesquisador


Fábio Pavão

Doutor em Antropologia pela UFF, professor e pesquisador

Mauro Samagaio

Fotógrafo


Tatiana Ribeiro

Professora e Historiadora


Marco Capeluppi

Bacharel em turismo


Thiago Lacerda

Professor de História


André Bonatte

Músico e Diretor Cultural


Chico Frota

Produtor Musical


Renato Buarque

Diretor Cultural


Márcio Zuma

Diretor de Harmonia e Divulgador

Fernando Peixoto

Bacharel em História


Marcelo Camões

Diretor Cultural


Pedro Simões

Diretor Cultural